Postagens

Mostrando postagens de 2017

PRESENTES DE NATAL

Imagem
Para encerrar bem o ano, apresento dois itens que ganhei de colegas colecionadores, os quais sequer conheço pessoalmente – mas já os considero meus amigos de infância... rs! No fim de novembro, chegou a caixa do caminhão amarelo de caçamba vermelha. E há poucos dias apareceu aqui em casa a diligência vermelha, com quatro cavalos, seis bonecos e algumas peças sobressalentes. E tudo isso a custo zero, apenas em nome da amizade!

A caixa TROL 23.20.9 foi doada pelo colega Vladimir Leisnock, de São Paulo. Veio vazia (sem o caminhão e o boneco) e bastante gasta pelo tempo, mas somente quem coleciona de verdade sabe que o valor de uma embalagem dessas só não é maior que o valor do gesto em si. Trata-se de um item clássico, da primeira leva de caminhões Playmobil produzida ainda no fim dos anos 1970, quando a fabricante brasileira TROL lançou outros três veículos pesados: o laranja (de obra), o vermelho (Fire Truck) e o verde (Police).

A diligência com selo da Inbrima (empresa de propriedade…

PLAYMOBIL EM DUPLAS

Imagem
Depois que concluí a coleção de caixas 1-Clicky, voltei minha atenção para as caixinhas que eu chamo de quadradas: aquelas em que normalmente vinham dois bonecos Playmobil. Com dimensões de 14,5cm por 10cm, elas chegaram ao país ainda no fim dos anos 70, através da fabricante TROL, sob licença da matriz alemã, a Geobra. Minha mais recente aquisição é a referência 23.58.0, comprada do colecionador paulista Vladimir Leisnock.

Com um cacique e um índio a cavalo, a caixa remete às origens do Playmobil, quando o tema Western estava em moda e os bonecos eram de uma só cor, porém cheios de adereços como colares, pulseiras e tornozeleiras. Embalagens de 2-Clicky fizeram sucesso na Europa nas décadas de 1970/80. Lá foram comercializadas várias duplas que jamais vieram ao Brasil, como o par de bombeiros, a enfermeira com paciente, e até um casal de figuras para colorir.


Embora algumas caixas fossem do mesmo tamanho das de 2-Clicky, vinham com apenas um boneco, como se vê nas fotos que ilustram…

PROPAGANDA DO CIRCO

Imagem
Este post relembra uma peça publicitária lançada pela fabricante de brinquedos TROL nos anos 80, com um dos temas mais marcantes da linha Playmobil. A propaganda ganhou as páginas das revistas em quadrinhos quando Waldemar Seyssel – o palhaço Arrelia – protagonizou o lançamento do Circo Playmobil.

Famoso nas décadas de 1950 e 60 por apresentar seu próprio programa infantil na TV, o artista aparece segurando a caixa do brinquedo, uma das maiores já produzidas até então. Embaixo de sua foto, alguns bonecos circenses completam a propaganda, ao lado de um longo texto descritivo. A publicação se deu em março de 1980, na edição número 1 do Superalmanaque do Homem-Aranha.

A caixa propriamente dita (item TROL 23.51.0) eu só consegui comprar mais de 30 anos após o lançamento, em 2011, já um tanto gasta pelo tempo. O mesmo fabricante viria a fazer outro circo tempos depois (item 23.77.0), com arquibancadas na cor vermelha. Também vermelho foi o circo criado pela Estrela em 1993 (item 30.16.30,…

CARROS: COLEÇÃO COMPLETA

Imagem
Já falei bastante dos clássicos carrinhos Playmobil aqui no blog, e sempre emendava: tenho 4 dos 5, estou à procura do último... Pois bem, a busca terminou neste mês de outubro! Um colecionador do Rio, por motivo de mudança, precisava se desfazer de um lote de brinquedos antigos. Pude ajudá-lo indicando amigos. Em troca, ele separou o carro branco para venda. Dei uma pechinchada básica, mas não deixei escapar!

Eu mesmo tive este carrinho na infância, mas a caixa se foi com o tempo. Levei quase oito anos para recuperá-la, por um preço acessível e em negociação justa (jamais aceitei os valores absurdos cobrados pela internet). Trata-se do Notarzt, o carro de socorro médico, código TROL 23.21.7. Eu o considero da coleção clássica por dois motivos: aparece nas propagandas e catálogos desde a década de 1970 e, sobretudo, por ter as rodas de plástico. A geração posterior de carros Playmobil ganhou rodas de borracha, na cor preta.


Tendo em mãos o carro branco (23.21.7), o vermelho Fire Chie…

UM SONHO INFANTIL - A EXPOSIÇÃO

Imagem
Mês de outubro ainda correndo e já se pode colocar mais um sucesso na conta da turma do Fórum PlayBrasilmobil. A exposição  “Playmobil – Um sonho infantil” tem levado centenas de pessoas diariamente ao Laranjeiras Mall (Zona Sul do Rio de Janeiro), onde estão exibidas mais de 3 mil peças do acervo pessoal dos colecionadores.

Foram 12 horas ininterruptas de montagem de cenários, de 9h às 21h. Bom, a turma até parou para um almoço e um bate-papo, porque ninguém é de ferro! Tudo foi montado em pleno domingo – dia em que o shopping está fechado. Cerca de 25 colecionadores participaram desse divertido esforço, em clima de cooperação e amizade.

Ao todo, são 15 dioramas nas vitrines do 2º piso do shopping, com nomes alusivos ao universo da criança: Se essa rua Vitoriana fosse minha; Brincando na Galáxia; Peter Pan na Terra do Nunca; O Coliseu Romano; Caixinhas Antigas – Trol e Estrela; Vivendo na Pré-História; O Reino dos Dragões; Parque dos Dinossauros; A Fazendinha; Hoje é dia de rock, be…

PLAYMOBIL - UM SONHO INFANTIL

Imagem
No Mês das Crianças, a ordem é tirar o Playmobil da estante e colocar na vitrine. Assim surgiu a exposição “Playmobil – Um sonho infantil”, que começa em 3 de outubro e vai até 4 de novembro no Laranjeiras Mall, na Zona Sul do Rio de Janeiro. Organizada pelos colecionadores do Fórum PlayBrasilmobil, a mostra gratuita brinca com o imaginário infantil, apresentando cenários de fantasia nos quais o bonequinho de plástico é o principal personagem.

São 10 vitrines de lojas no 2º piso dedicadas ao universo Playmobil. Caixas raras da TROL e da Estrela marcam presença lado a lado com as últimas novidades da Europa. Onze dioramas recriam cenários clássicos, como a cidade do Velho Oeste, a conquista espacial e uma visita ao Jardim Zoológico. O Coliseu Romano e as casas da Era Vitoriana também estão por lá. O destaque vai para a Cidade dos Sonhos – com praias, parque aquático e até um aeroporto. Entre bonecos, carrinhos e aviões, são mais de 3 mil peças em exibição, todas elas do acervo pessoal…

TRÊS VEZES PLAYMOBIL

Imagem
De uma só vez, trouxe mais três caixas Playmobil para minha coleção: o pirata da perna-de-pau, o astronauta amarelo e o oficial da União. Em formato menor que as caixas clássicas (cuja linha completa você encontra AQUI), são do tamanho adotado pela fabricante TROL pouco antes de sua falência no início da década de 1990. Como já haviam sido lançadas anteriormente em tamanho maior, pertencem portanto à segunda geração de caixas individuais, o que os colecionadores chamam de "2ª versão" ou "v2" da linha 1-Clicky.

Os conjuntos vêm com os mesmos personagens e a mesma quantidade de peças dos originais comercializados nos anos 70 e 80. A diferença é mesmo na dimensão reduzida das embalagens e na arte (a imagem) criada especificamente para a nova versão. O pirata (TROL 23.38.5) e o militar (23.35.3) tiveram duas fornadas, mas o astronauta (23.76.4) ganhou ainda uma terceira versão (v3), também em caixa pequena, na qual ele aparece numa paisagem lunar, em vez do tradiciona…

CAIXA PEQUENA

Imagem
Ainda celebrando o fechamento da minha coleção de caixas clássicas da TROL, apresento aqui mais uma pequena notável que adquiri há poucos dias: a caixinha do adestrador de foca, código 23.78.7. O ano de fabricação dela é incerto, como o de todos os demais itens Playmobil brasileiros, mas acredito que tenha sido produzida pouco antes da falência da empresa, quando a TROL já usava o nome Inbrima (Indústria de Brinquedos do Amazonas), embora mantivesse na embalagem seu logotipo tradicional.

No fim da década de 1980, a TROL decidiu diminuir o tamanho das caixas que vinham com apenas um boneco (chamadas de 1-Clicky) e além de reeditar algumas referências do catálogo clássico – como o xerife, o cacique e o policial – acabou inventando novos produtos, que não constavam da linha original da matriz alemã. É o caso dessa caixinha com o treinador de foca, do cinegrafista da TVI e do palhaço com bumbo. Os bonecos foram reaproveitados de outros sets, mas as embalagens são criações exclusivas &quo…